mulher-se-mudando-entre-caixas-de-mudanca

5 Erros mais comuns ao planejar uma mudança residencial

Veja 5 Erros mais comuns na hora de planejar uma mudança residencial

Muita gente se desespera na hora de planejar uma mudança residencial. Realmente, são vários pontos importantes para se programar, porém este serviço que a primeira vista parece uma grande dor de cabeça, é mais simples do que você imagina. Dessa forma, e pensando em ajudar, criamos esta lista para que você não cometa algum dos erros mais comuns na hora de se mudar.

1 –  Mudança residencial: Não embalar os pertences corretamente

Em primeiro lugar, este erro pode parecer algo óbvio, porém colocamos ele justamente nesta lista porque mesmo assim, a grande maioria das pessoas não realiza corretamente a embalagem dos pertences durante uma mudança residencial.  

A embalagem envolve além da utilização de materiais adequados, uma certa técnica e preocupação extra com determinados itens. Vidros, espelhos, artigos de decoração, móveis com quinas e mesas laqueadas estão entre os artigos que mais acabam com avarias durante o transporte. 

Por outro lado, artigos como roupas pessoais, toalhas e roupas de cama, podem não parecer precisarem de uma boa embalagem, já que não apresentam riscos de quebra. Este é outro equívoco, já que por serem tecidos, se não isolado da mudança, ou envoltos apenas em sacos, podem se rasgar ou sujar. Além disso, é possível também que adquiriram odores indesejados durante o transporte, no caso do vazamento de algum líquido da geladeira ou contato direto com o baú do caminhão. O mesmo se aplica para sofás, poltronas e colchões.

Logo, a nossa dica principal é nunca economizar com embalagem, utilize a quantidade necessária de material e tempo para proteger seus pertences.

2- Não planejar a melhor data e horário para a mudança

Em primeiro lugar, quando nos referimos a melhor data e horário para mudança, não estamos falando somente no melhor dia para você.  Sabemos, que nem sempre é possível conseguir uma folga no trabalho para cuidar da mudança, por isso quando aparece a oportunidade, é preciso aproveitar.

Entretanto, existem outros pontos importantes que também devem ser levado em consideração na hora do planejamento da sua mudança residencial.  Qualquer um destes erros, podem ser responsáveis pelo aumento do valor da mudançadano de algum item ou pagamento de multas em condomínios ou até mesmo por parte da empresa de mudança. 

Veja alguns fatores que devem ser levados em consideração na hora de planejar a data da sua mudança: 

  • Horários permitido para mudanças em condomínios
  • Horários permitidos de estacionamento na frente da residência
  • Condições climáticas favoráveis (muita chuva pode inviabilizar uma mudança residencial, no caso de locais abertos)
  • Datas as quais seja possível você acompanhar a vistoria, coleta e entrega dos itens
  • Para mudanças entre cidade, evitar datas entre feriados que podem ter trânsito na estrada e atrasar a entrega
  • Reservar pelo menos um dia para poder organizar os itens que serão entregues
mulher-se-mudando-entre-caixas-de-mudanca

3 – Não desapegar de itens sem utilização ou valor para você

De antemão, sabemos que existem uma série de pertences que a gente não consegue simplesmente vender ou doar. Tudo bem, estes itens de valor sentimental realmente não devem ser simplesmente deixados de lado na mudança. Entretanto existe uma série de outros artigos que estão somente acumulamndo poeira no fundo do seu armário, certo? 

Logo, aproveite o momento da sua mudança residencial para fazer uma verdadeira limpa na sua casa. Dessa forma, antes de solicitar um orçamento ou vistoria, despegue de todos os itens que você sabe que já não usa ou que não teriam espaço na casa nova. Você pode doar ou até mesmo vender esses itens em sites onlines. 
Em síntese, tudo isso irá te ajudar a economizar tempo, no momento da organização após a mudança e também dinheiro, ao solicitar seu orçamento com menos pertences.

4- Confundir o serviço de carreto com o de mudança residencial

Em primeiro lugar, é preciso deixar claro que os dois tipos de serviço são bem diferentes. Para simplificar, o carreto é o serviço realizado geralmente por uma pessoa somente e abrange a coleta e entrega de itens de casa, construção  ou pequenas mudanças. Quase sempre não possui embalagem e se aplica para pequenas distâncias. 

Por outro lado, as mudanças residenciais, envolvem o serviço completo de mudança. Existe uma vistoria prévia, contrato, todos os itens são embalados e transportados por uma equipe especializada. Além disso, as empresas oferecem também seguro contra avarias, montagem e desmontagem de móveis, limpeza do apartamento e outros serviços exclusivos.  

Dessa forma, na hora de se mudar contrate sempre uma empresa de mudança como o Residence Transportes e Mudanças. Opte por pesquisar avaliações de outros clientes nas redes sociais e no Google. Certifique-se também que o seguro contratado possui cobertura suficiente para proteger seus pertences. 
Se quiser saber mais, leia nosso conteúdo sobre como contratar uma empresa de mudança.

 5 – Não encontrar o local ideal para crianças e animais durante a mudança residencial

criança dentro de caixa de papelão para mudança

Durante uma mudança será necessário que os funcionários da empresa contratada se desloquem por dentro da sua residência para embalar e transportar seus pertences. Definitivamente, todas essas etapas, que podem demorar um dia completo, geram resíduos e um barulho diferente do acostumado.  

Dessa forma, a mudança na rotina da casa pode estressar animais e crianças. Além disso, essas alterações poderão refletir em horários de alimentação e atividades diferentes do acostumado. Tudo isso pode não ser saudável e acabar tornando a experiência de mudança muito negativa. 

Logo, o recomendado é deixar crianças com outros familiaresna escola ou em alguma atividade na casa de amigos. Já os animais, se não houver como deixar em um hotelzinho, é importante passear bastante com ele antes da chegada da equipe da empresa de mudança. Além disso, lembre-se de respeitar os horários de alimentação e sempre manter ao lado dele sua caminha, brinquedos e pertences.

Hora de ir para a casa nova!

Esperamos que estas dicas tenham te ajudado a não cometer os 5 erros mais comuns na hora de planejar sua mudança residencial.

Caso ainda tenha alguma dúvida, estamos a disposição para ajudar.

Fonte: doutorfrete

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *